Segunda-feira, Abril 22, 2024
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
InícioNotíciasSegurançaHomem é condenado por tortura, estupro, cárcere privado e tentativa de feminicídio...

Homem é condenado por tortura, estupro, cárcere privado e tentativa de feminicídio contra companheira em Rodeio

A investigação iniciou quando a vítima foi hospitalizada em Timbó com ferimentos graves

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Um homem que agrediu, torturou, tentou matar e manteve em cárcere privado a companheira em Rodeio foi condenado a 30 anos, nove meses e 27 dias de prisão, em regime fechado, pela Justiça. A condenação foi proferida na última quarta-feira (17).

Além de cumprir a pena, o acusado terá que indenizar a vítima em R$ 30 mil pelos danos causados a ela durante o período em que a torturou. O homem já estava preso após a polícia civil ter representado ao Poder Judiciário da Comarca de Ascurra pela prisão preventiva do homem investigado (iniciais R.C.P), pleito que foi referendado pelo Ministério Público e acatado pela Justiça.

Relembre o caso

A polícia civil prendeu preventivamente o homem no dia 25 de janeiro de 2023 pelos crimes de tortura, tentativa de feminicídio e cárcere privado contra a sua companheira, no bairro Diamante, em Rodeio. A prisão aconteceu por volta das 16h, em trabalho conjunto das delegacias de Ascurra, Timbó e São Lourenço do Oeste.

A investigação iniciou após a vítima dar entrada no Hospital Oase de Timbó no dia 20 de janeiro de 2023, com vários ferimentos graves por todo o corpo. Na oportunidade, o primeiro atendimento foi prestado pela Polícia Civil da Comarca de Timbó e pelo Delegado da Central de Plantão da Comarca de Blumenau.

Durante as diligências, os policiais constataram que a vítima possuía lesões extensas por todo o corpo e também informado que vinha sendo mantida em cárcere privado por aproximadamente três meses, sendo torturada de forma seguida por seu companheiro. O agressor usava barras de ferro, furadeiras, facas, cordas, unhas e dentes para ferir a mulher. Ela também era vítima frequente de crimes sexuais.

A vítima estava com um corte grande na cabeça, segundo os policiais, em razão da alta intensidade das torturas praticadas pelo companheiro. Além disso, ela estava com fratura na costela e em uma das pernas.

Com base na apuração policial, foi representado ao Poder Judiciário pela prisão preventiva do homem, o que foi referendado pelo Ministério Público e decretada a prisão pela Justiça.

No dia 24 de janeiro do ano passado, os policiais iniciaram diversas diligências com a finalidade de cumprir o mandado de prisão. Eles descobriram que o homem estava foragido em São Lourenço do Oeste (oeste catarinense). Ele foi localizado pela delegacia daquela cidade quando tentava fugir.

O agressor ficou preso preventivamente até a condenação ocorrida nesta semana.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Redação
O Auditório é um Portal de Notícias e Reportagens com cobertura jornalística e informações atualizadas sobre os principais acontecimentos do Vale do Itajaí, Santa Catarina e Brasil. É produzido por jornalistas profissionais com larga experiência na região. Iniciado em outubro de 2021 em Blumenau (SC), O Auditório apresenta jornalismo com comprometimento ético junto ao seu público através de suas diversas editorias.
Mais Notícias desta Categoria
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Últimas Notícias