Terça-feira, Agosto 16, 2022
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
InícioNotíciasSegurançaSeis pessoas morrem nas rodovias estaduais de SC no feriadão de carnaval

Seis pessoas morrem nas rodovias estaduais de SC no feriadão de carnaval

Os números representam uma redução de 25% em relação ao ano passado

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

A Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC), por meio do Comando de Polícia Militar Rodoviária, divulgou na tarde desta quarta-feira, 2, os números finais da Operação Alegria 2022. Seis mortes foram registradas nas rodovias estaduais no período compreendido entre o início da noite da última sexta-feira, 26, e a manhã desta quarta-feira, 2 de março, o que representa uma redução de 25% em comparação ao mesmo período do ano passado, quando oito pessoas morreram.

Neste ano, ainda foram registrados 102 acidentes, com 172 veículos envolvidos e 72 pessoas feridas. Na mesma operação, em 2021, foram 103 acidentes, envolvendo 193 veículos e causando ferimentos em 57 pessoas.

“O trabalho da PMRv foi intenso, sempre visando reduzir os números de acidentes e vítimas envolvidas. Encerramos a Operação Alegria 2022, contudo seguimos com o nosso serviço diuturno nas rodovias estaduais de Santa Catarina. Continuaremos orientando e fiscalizando os usuários das nossas rodovias, na busca de um trânsito cada vez mais seguro”, comentou o comandante da PMRv, coronel Maike Adriano Valgas.

Estatísticas demonstram que o volume de acidentes aumentam nos períodos de feriados, principalmente durante o carnaval, os quais são conseqüências diretas da falta de atenção, ingestão de bebidas alcoólicas e do desrespeito às normas de trânsito por parte dos usuários que trafegam nas rodovias, bem como pelo aumento do número de veículos em circulação.

“Em apenas uma única barreira da Lei Seca realizada na Capital, observamos um aumento de 60% na recusa ao teste do etilômetro. Isso nos faz refletir no quanto ainda precisamos ter a consciência de que muitas situações, incluindo os acidentes, podem ser evitadas. Infelizmente, muitos acidentes graves ainda estão relacionados com a ingestão de bebida alcoólica ou utilização de outras substâncias psicoativas”, avaliou o comandante do 1º Batalhão de Polícia Militar Rodoviária, tenente-coronel Marcus Vinícius dos Santos.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Mais Notícias desta Categoria
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Últimas Notícias

Comentários Recentes