Quarta-feira, Dezembro 7, 2022
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
InícioNotíciasSegurançaDesabamento da caixa d'água no bairro Progresso também atingiu outras partes do...

Desabamento da caixa d’água no bairro Progresso também atingiu outras partes do condomínio

Caixa d'água que desabou tinha 32 metros de altura

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

O desabamento da caixa d’água em um residencial na Rua Santa Maria, nº 2.272, bairro Progresso em Blumenau chamou a atenção da cidade e movimentou o trabalho dos bombeiros e equipes de socorro a partir das 8h da manhã desta sexta-feira (7). De acordo com o Corpo de Bombeiros, a queda ocorreu por colapso da sua estrutura, rompendo aproximadamente pela metade de seu comprimento.

Além dos danos da caixa d’água, ocorreram danos no primeiro bloco de prédios, nas fiações elétricas e de tv a cabo externas, na portaria do condomínio, em alguns automóveis e motos dos moradores e no estacionamento interno.

A guarnição dos bombeiros, ao chegar no local, confirmou a natureza da ocorrência, e imediatamente retirou as pessoas que estavam próximas e expostas a riscos, além de isolar a área. Havia, inclusive, fios da rede de energia espalhados pelo chão.

Um homem de 66 anos foi carregado pela água da caixa que se espalhou pelo chão. Segundo os bombeiros, ele estava consciente, orientado, com sinais vitais estáveis e possuía apenas pequenos ferimentos nas costas. O SAMU atendeu o homem e o liberou ainda no local, sem necessidade de socorro hospitalar.

Foto: Corpo de Bombeiros Militar de Blumenau

Os bombeiros fecharam os registros d’água onde a tubulação se rompeu e desligaram as redes que alimentavam as motobombas da caixa, impedindo assim que continuasse a derramar água sobre o local. A moradora e síndica do condomínio, de 53 anos, organizou a comunicação com os moradores enquanto as equipes de socorro faziam seu trabalho. Segundo ela, a caixa d’água comportava aproximadamente 35.000 litros de água e tinha aproximadamente 32 metros de altura.

As equipes da Defesa Civil, Polícia Militar, CELESC e SAMAE também estiveram no local dando continuidade aos trabalhos. A Defesa Civil ficou encarregada de encaminhar os procedimentos de apuração dos danos, ações de perícia e garantir a segurança do local.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Mais Notícias desta Categoria
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Últimas Notícias

Comentários Recentes